Music Business tornou-se Tech & Startups


O mito da sorte é agora uma história infantil. Foi muito útil para as grandes empresas da indústria da música manterem esse conceito de conto de fadas para que os investimentos nesse setor passassem por eles. A maioria das pessoas, incluindo algumas pessoas que trabalham com música, não vêem essa indústria como tão lucrativa quanto tecnologia e startups porque a maioria das estratégias e empresas do setor de música não compartilham seus estudos e projetos. Sendo assim, não é visto como um setor popular entre investidores, porque carece de informações populares. Assim, todo sucesso é coberto por adjetivos incontestáveis, em vez de estudo e aperfeiçoamento claros.

Mas, como a indústria da música teve que evoluir e aceitar a tecnologia não apenas na área de produção, mas também na distribuição, os números começaram a aparecer e são tão grandes que é impossível comprar a idéia de "Você só precisa encontrar o talento" ou "A boa música fala por si", quando você vê que grandes empresas investiram 4,5 bilhões de dólares em marketing e A & R por ano. Então 26% de suas receitas de música vão para esse setor, apontando também que o investimento médio no setor promocional e de marketing é de US $ 200.000. à 700.000 para um único artista emergente. Se a música fala por si, porque investem mais em marketing e promoção do que os 150.000 à 500.000 que é o investimento médio na produção musical do mesmo artista emergente? Você não costuma ver pessoas falando sobre o aumento que algumas empresas de música tiveram no gasto em insights de consumidores para aproveitar mais as plataformas de marketing, que uma das chaves do uso de serviços de streaming é ter o target em grupos individuais de consumidores. E apenas sabendo que "As grandes gravadoras juntas têm cerca de 7.500 artistas em suas listas e dezenas de milhares mais assinados com selos independentes". - IFPI - o investimento total em média para um artista emergente é de US $ 500.000 a 2.000.000, é muito estranho que isso não seja uma manchete. Se este é o custo usual de um dos 7.500 artistas e é gasto 4,5 bilhões por ano neste setor, quanto deve ser o lucro? Quanto deve ser o lucro de uma música, sobre um hit? Já que US $ 150.000 - 500.000 são investidos em um álbum de 8 a 14 músicas, mas apenas 2 a 3 músicas serão realmente consideradas um sucesso. Quanta renda um único artista pode fazer valer esse investimento em novos nomes por ano? Não é suficiente dizer que as oportunidades de renda sobre o artista são realmente enormes, do ao vivo ao merchandising. É preciso esclarecer que as gravadoras independentes são agora startups, e mais de 54% de nossas receitas são digitais, somos a arte com tecnologia, não apenas na distribuição, mas também nas performances. Lembrando que, uma música pode ganhar royalties por mais de uma vida e mais rápido do que a maioria dos produtos da maioria das outras indústrias. Como por exemplo a renda vinda do streaming que é paga a cada 3 meses, com uma boa estratégia pode levar uma música a mais de 1.000.000 plays em um mês, em um artista emergente. Ou seja em 3 meses o produto já está retornando lucro, sem considerar os royalties de reprodução pública.

Eu tenho 25 anos, sou artista de EDM, cantora, compositora, produtora, escritora e colunista, sou dona de uma gravadora nos Estados Unidos e uma na Itália, e estudei o mercado musical nos últimos 5 anos, minha experiência vária de independente à grandes gravadoras, da América do Sul, Europa e mercado dos EUA. Eu sou uma insider, mas muitos desses números são de conhecimento livre. Eu estou apenas dizendo que as coisas evoluem e este é um negócio de Tecnologia e Startup, a estratégia é bem sucedida, mas alguns loucos querem mais. Não tenho medo de falar abertamente sobre o negócio, porque empresários como eu querem mais.

RECENT POST