A Música Eletrônica é feita pelos próprios fãs!

May 15, 2017

 

Diferente de muitos estilos musicais, a música eletrônica tem uma personalidade única e uma relação com os fãs, muito mais profunda. O estilo foi capaz de encher e estruturar festivais inimagináveis, nesse momento em que as grandes turnês de shows comerciais já não são tão comuns. Digamos, que foi um estilo musical que surgiu e continua sendo criado pelos próprios fãs e isso o tornou único na indústria da música em geral. 

Falando de números, a música eletrônica participa dos principais charts mundiais dos serviços de streaming, que são considerados as novas rádios, e sustenta sozinha um dos maiores sites de compra de música online, o Beatport. Juntando o impacto na venda de músicas/prensença online e dos festivais já demonstra a influencia desse gênero no mercado musical. Não é apenas algo lúdico, como muitos pensam, é uma fatia muito grande da Música e por isso muito rentável. 

 

Mas o que a torna diferente dos outros gêneros musicais sem ser a música em si?

A música eletrônica é a expressão de uma geração, dessa que é influenciada pela tecnologia diariamente. E o resultado disso, é essa arte tão enraizada nos jovens em geral. Pessoalmente, acredito que a música eletrônica tem um papel positivo como influenciadora, porque foge um pouco do comercial, de letras apenas sobre relacionamentos e traz um cunho mais universal. Explicando melhor, a forma positiva que grandes hits eletrônicos passam as mensagens, através das letras e melodias, mostram essa necessidade do jovem atual de se unir, se conectar com outras culturas e deixar para traz as diferenças e limitações. 

Claramente é um estilo que envolve muito entretenimento, festas e festivais, pois é um estilo musical jovem, mas ao mesmo tempo expressa o sentimento de uma massa. A arte sempre será a responsável por passar um sentimento, e a música eletrônica é uma das novas formas. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RECENT POST
Please reload