Produz Música? Tem que registrar!

April 19, 2017

 

Os riscos de não registrar suas músicas. 

 

Grande parte dos produtores aqui no Brasil tem ignorado registrar suas músicas pois acreditam que isso faça parte do trabalho do Selo/Gravadora, mas não é. A facilidade que se tem de distribuir música com essa nova era de streaming e lojas virtuais, inexplicavelmente banalizou a necessidade do registro de música, quando estruturalmente deveria dar ainda mais importância do que se tinha antes. A agilidade no processo de expor a música, em geral tornou muitos produtores preguiçosos quanto a "papelada" do registro, mas isso pode ser um tiro no pé. 

O registro da sua música é a garantia que se tem que foi você que fez. Em outras palavras é o que a Indústria aceita como documento. Faz parte da obrigação do compositor ou produtor musical que produziu aquela melodia fazer o registro apropriado da obra. Muita gente tem o costume de dizer "Não preciso me preocupar com isso porque essa música não é um Hit". Música boa é vital, mas o que faz da música um Hit é uma estratégia bem planejada, como já falamos diversas vezes nos artigos anteriores. O risco da falta de registro é que você deixa na mão de outras pessoas determinar quem fez a obra e portanto quem irá receber os royalties dela. 

Isso é muito serio, você pode não só perder grande parte do que seria seu por direito como também o valor total dos royalties da sua música. Na maioria dos casos na música eletrônica, os Djs produzem as músicas e depois tentam distribui-las através de selos e gravadoras. Quando se tem um contrato previamente com a gravadora tudo pode ser diferente, pois vai depender do que você tratou no contrato. Mas quando é somente a música, o seu registro faz parte da sua segurança. Faz parte do procedimento normal, não só para a gravadora mas antes de expor sua música à pessoas desconhecidas. Sem o registro não há prova de que aquela melodia foi você quem criou. 

Lembre-se,  muitas vezes os problemas na relação entre artista e gravadora são os acordos e registros que parecem não importantes no inicio, pois os valores dos royalties são pequenos ou nem mesmo existentes. Quando a realidade muda com valores altos, os contratos continuam os mesmos gerando problemas. Não seja preguiçoso quanto a sua música, isso pode te trazer problemas sérios. Um dos benefícios do registro além de te proteger e garantir o recebimento do valor da sua música, é que você terá uma noção mais precisa de qual música esta funcionando e planejar melhor sua carreira.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RECENT POST
Please reload