Foi sorte! Foi sorte?

February 21, 2017

 

Como empreendedor um dos comentários que mais ouço sobre o sucesso de terceiros é o famoso “foi sorte”. Parece que o acaso impera na vida das pessoas que alcançaram concretamente seus objetivos, e que estes são verdadeiros ganhadores da loteria da vida. Essas pessoas nasceram predestinadas a dar certo, e não importa o que fizessem no fim tudo iria dar certo.

Difícil de acreditar nisso né? Para mim é quase inviável acreditar que, pessoas descritas por diversas vezes como ousadas, persistentes, tenazes, gênios, visionários, deixem que as probabilidades ditem o quão bem sucedidas elas serão. Parando pra pensar, é no mínimo contraditório fazer esses comentários tão antagônicos para as mesmas figuras, porém é algo que se repete com frequência.

“Ah! Fulano ficou rico porque deu sorte, a empresa de Beltrano só deu certo porque ele foi sortudo. Se eu tivesse a sorte dele, eu também estaria bem de vida!”

É bem fácil tecer esse tipo de comentário, quando sua visão se restringe somente ao momento de sucesso. Por trás da dita “sorte” houve, em certos casos, meses de preparação, antecipação de acontecimentos, treinamento, pesquisas, estruturação, etc. para que o resultado da ação planejada fosse nada além de um estrondoso sucesso.

Exemplificando e ilustrando essa ideia, tomo como base a história do nosso workshop “O Caminho para o Mercado Internacional”. Foram no mínimo dois meses de reuniões e conversas diárias de preparação para os 40 minutos de palestra. Mais de 60 dias organizando, debatendo, estruturando o que apresentar, como falar da melhor forma para que o conteúdo fosse absorvido, como fazer com que o conteúdo fosse aproveitado mesmo depois do fim da conferência (surgiu a ideia do site), como aproveitar e implementar de forma consistente nossos conhecimentos de mercado (surgiram nossos programas de consultoria, coaching, workshop e painéis) entre outras coisas. Foram quase 300 horas voltadas totalmente para a construção da nossa apresentação de 40 minutos.

O resultado disso, além de um feedback impressionante das pessoas que nos ouviram ao vivo e online, perguntas altamente relevantes e prospecção de novos clientes, foi também a oportunidade de nos aproximar (eu e a Carol), conversar e realizar uma reunião de 5 horas com um dos maiores nomes da indústria fonográfica moderna do mundo.

E ai, foi sorte?

Muitas pessoas podem ter um pouco mais de fortuito que outras, mas você vai deixar que seus sonhos se realizem por obra do acaso? Sem esses três passos essenciais, você dificulta muito o caminho para o seu sucesso:

  1. Preparação: é fundamental para que se tenha segurança do que está fazendo, de como será executado e que essa será a melhor e mais eficiente maneira de se chegar onde deseja;

  2. “Estar lá”: De nada adiantaria as horas de preparação para nosso workshop, e os 40 minutos de apresentação, se nós não estivéssemos presentes onde as coisas acontecem – traduzindo, não teríamos conseguido encontrar essas pessoas enormes do mundo da música, se não tivéssemos tido a iniciativa de estar no mesmo lugar que elas, na conferência! Não adianta ficar de casa esperando e rezando para que alguém te encontre.

  3. Ação: Por mais que você se prepare, por mais que você esteja nos lugares certos na hora certa, se você não tomar uma atitude para agarrar suas oportunidades, de nada vai adiantar sua estruturação. Seja atuante, agarre as oportunidades.

 

Sorte nada mais é do que estar preparado e capacitado para aproveitar as inúmeras oportunidades que todos os dias chegam até nós. É apenas uma questão de escolha se preparar da melhor maneira possível para que cada oportunidade que se mostra, seja aproveitada da melhor maneira possível.

Não deixe sua carreira depender do acaso, se organize, tenha metas e objetivos claros. Nós podemos te ajudar muito! Clique aqui e conheça nosso coaching!
Economize tempo, dinheiro e aumente muito suas chances de ser o próximo grande nome no mercado da música!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RECENT POST
Please reload